17/11/09

Um surrealista em Lisboa


Cruzeiro Seixas, um Dos Surrealistas de Lisboa... ou um d' Os loucos de Lisboa, como poderia ser dito na época ou conforme diz a música

Uma corrente de arte que em poucas linhas definidoras, é a representação do irracional e do subconsciente.

Na época e estamos a falar da década de 40, onde a sociedade era muito conservadora e religiosa de certo que seria uma provocação a simples existência desta corrente de pensamento.
Cruzeiro Seixas fazia parte desse grupo juntamente com outros nomes sonantes do mundo da arte, tanto na pintura, na escultura como na escrita onde também se manifestou, e disso também é exemplo Mário Cesarinny outro do meu agrado.

E porque falo hoje dele, porque amanhã dia 18 de Novembro será inaugurada pelas 17h a exposição deste autor no átrio principal da Reitoria da Universidade de Lisboa.

Não vou estar na inauguração, mas de certeza que lá irei espreitar.
Já sabem a
té ao próximo dia 29 de Janeiro de 2010, podem ver algumas das suas obras ao vivo a cores ou a preto e branco.

4 comentários:

francis disse...

só malucos estes gajos...mas bons. ;)

me. disse...

Sem dúvida!!!

Paula disse...

Para mal entendedor meia palavra chega... para mim é estranho... mas também é "arte"... (Diz alguém entendido...)

Beijocas aromáticas***

me. disse...

Paula,
estranho, é, mas muito bom, já lá passei hoje porque dá para ver da rua e os temas e a expressividade das telas é impressionante...nunca nos é indiferente, provoca-nos uma reacção de agrado ou não e isso é arte sim :~)

bjs aromáticos