01/09/11

leva-se o que se dá...

"... a única coisa que se leva desta vida é aquilo que se dá."
se a memória não me falha a ideia desta frase pertence a um dos livros que li, penso que Indignação de Philip Roth, (bem se não foi esse foi outros dos mais 3 que li) não sei se leva alguma coisa para o que quer que seja, mas pareceu-me encantadoramente acertado para dar sentido a esta vida terrena.

3 comentários:

Paula NoGuerra disse...

O que semeamos colhemos! É tão velho como a própria terra!

Bjs doces xxx

me. disse...

isso também é verdade...apesar de às vezes não ser muito directo, mas com o tempo geralmente revelava-se uma verdade, mais não seja pela paz que nos dá ter feito o nosso melhor.

(mas penso que aqui o autor vinculava-se no contexto "morte física" e o semear para colher supõe-se aqui e nesta nossa vida, digo eu)
bjnhs

mfc disse...

É lindo...!
Muito lindo mesmo...