05/02/10

Etiqueta


Há coisas que costumo dizer não ligo nenhuma, mas outras há que outros deveriam ligar.
Falo de quê?
De boas maneiras à mesa, uma parte da etiqueta para uso diário, para mim natural foi assim que me educaram.
Longe de mim dar uma de Bobone, mas a educação e o berço fazem falta porque nos pequenos detalhes se distingue o Tó=bácaro do Senhor!

É que já não aguento mais ouvir pessoas a mastigar de boca aberta, levar a boca à comida em vez da comida à boca e de preferência sem ser com a faca, coisa que também abomino o bom lamber da faca, cuspir espinha directamente da boca para prato tipo jogar malha...
Coisas de sempre e tão simples e que além do parecer, soam e ficam bem!

4 comentários:

Paula disse...

Há coisas que ficam tão bem... e não custa nada!

Eu detesto estar num café e ouvir pessoas e puxar o escarro enquanto esperam pelo pedido...

OU

Bocejarem o café como se tivessem a lavar dentes... ca nojo...

me. disse...

bblhaaac,
digo o mesmo!

um perfeito estranho disse...

:))
pois é. E o palito?
Ainda esta semana falei sobre o tema, numa reunião. :) De que adianta tanta formação, tanta preocupação com o desempenho profissional, se seres humanos se comportam quase como animaizinhos (com todo o respeito pelo meu cão...)?
Um beijo.

me. disse...

O palito é o 'must' a cereja no topo do bolo
Coitadinhos dos animais, concordo plenamente!